Pular para o conteúdo principal

Postagens

Ganhe miniaturas do Mickey na campanha de doação de brinquedos da Disney

Recentemente ouvi um termo que me provocou uma identificação imediata: mickeyro. Ele foi usado num podcast para se referir às pessoas que gostam muito do universo Disney - o que claramente é minha situação.

Como fã da Disney, fiquei super interessado na coleção de miniaturas do Mickey que a empresa está distribuindo no Brasil como parte de uma campanha de doação de brinquedos para crianças carentes. Em menos de 24 horas eu já estava com a coleção completa (além de me desfazer de brinquedos que estavam há anos encaixotados e agora podem fazer várias crianças felizes).

Para ganhar é fácil: basta doar um brinquedo em um dos shoppings participantes (a lista completa está no link abaixo) até o dia 12 de outubro de 2018.

As miniaturas comemoram os 90 anos do Mickey e representam importantes momentos da trajetória do rato mais amado do mundo: sua estreia em Steamboat Willie, o mágico Mickey de Fantasia, um Mickey clássico com a Minnie e a versão atual dos curtas animados do Disney Channel. …
Postagens recentes

Entrevista: Notícias falsas na internet podem prejudicar a saúde

Participei de uma reportagem do Balanço Geral, na Record, falando um pouco sobre notícias falsas, o objeto de pesquisa do meu doutorado. Apareço em 1:12 e 5:56 (e minha mão aparece digitando em um teclado azul em vários momentos).


Não é uma participação tão grande, mas é significativa. E é sempre bom poder fazer divulgação científica.


Um carro autônomo atropelou um pedestre. Acidentes acontecem e vão continuar acontecendo (mas cada vez menos)

No começo da semana, aconteceu o primeiro acidente envolvendo um carro autônomo e um pedestre que resultou em morte. Um carro Volvo XC90 estava em modo autônomo e não identificou uma mulher que atravessava um cruzamento fora das faixas de pedestre. Foi o primeiro e certamente não será o único - mas devemos utilizar esse aprendizado para diminuir cada vez mais a taxa de acidentes.

Infelizmente, acidentes acontecem. O que podemos fazer é projetar veículos cada vez mais seguros para minimizar essas ocorrências, como acontece com os aviões, por exemplo. Um acidente de avião choca não só pela quantidade de vítimas, mas principalmente pela sua raridade - acidentes são tão raros que, quando acontecem, viram notícia e comovem a população. Todo acidente de avião é ostensivamente investigado, analisado e estudado. Isso ocorre não pela tentativa de encontrar culpados. O objetivo é aprender com os erros e evitar acidentes futuros. O mesmo deverá acontecer com os carros autônomos nos próximos ano…

Queda no banheiro químico: uma história de Carnaval

Esse caso não aconteceu comigo, mas acho a história é boa demais para ficar restrita a um pequeno grupo. O personagem principal é conhecido de um amigo meu (o que quer dizer que talvez ele nem exista, e essa história foi inventada) e, como não sei seu nome, vou chamá-lo de Beto Jamaica.

Tudo começou em um carnaval de rua de Belo Horizonte, quando Beto Jamaica já tinha bebido bastante, e iniciou suas inevitáveis idas ao banheiro. Ao tentar entrar no banheiro químico, com sua noção espacial já debilitada, Beto tropeçou no degrau e caiu banheiro adentro. A mão esquerda segurou a lata de cerveja que, naturalmente, não derramou nenhuma gota da bebida. Já a mão direita impediu que ele caísse de cara no chão, mas com um alto custo: ela ficou enterrada dentro do vaso.

Falar que a mão ficou enterrada não era um exagero: era um momento em que o banheiro química já carecia de limpeza e estava quase transbordando de fezes. Lembram da cena de Jurassic Park em que a Ellie Sattler mergulha suas mãos…

A poética despedida de Charles Schulz (o criador de Charlie Brown e Snoopy)

Charles Schulz dedicou quase cinquenta anos de sua vida à tira Peanuts, publicada diariamente em milhares de jornais ao redor do mundo. No Brasil, ela ficou mais conhecida pelo cachorrinho Snoopy e seu dono Charlie Brown, também chamado de Minduim por aqui.

Schulz foi o único autor a roteirizar e desenhar as histórias. No final de sua carreira, passou a ter dificuldades de manter o cronograma de publicação por problemas de saúde. Resolveu aposentar-se, e encerrar a tira, cuja última publicação trazia uma carta do autor.


Em uma tradução livre, a carta dizia:

"Queridos amigos,

Tive a sorte de desenhar Charlie Brown e seus amigos por quase 50 anos. Foi o cumprimento da ambição de minha infância.

Infelizmente, não sou mais capaz de manter o cronograma demandado por uma tira diária. Minha família não deseja que Peanuts seja continuado por outra pessoa, por isso estou anunciando minha aposentadoria.

Sou grato pela lealdade de nossos editores, pelo maravilhoso suporte e apoio expressado a m…

Vídeo da palestra "Software Embarcado - Processo de Verificação"

Está disponível no YouTube o vídeo da minha palestra na Campus Party Brasil onde apresento detalhes do processo de desenvolvimento e verificação de software embarcado aeronáutico. Procurei fazer uma apresentação amigável para leigos, mas sem deixar de me aprofundar para as pessoas mais experientes.


O presente que Maurício de Sousa deu para minha mãe #obligado

A primeira vez que encontrei Maurício de Sousa foi na Bienal do Livro de São Paulo, em 2010. Na fila de autógrafos, as orientações eram claras: cada pessoa podia escolher um personagem para ser desenhado em um autógrafo. Isso é mais que natural, afinal a fila era muito grande e ele precisava dar atenção a todos. Escolhi o Do Contra, mas aproveitei pra contar uma história pessoal para o Maurício enquanto ele fazia o desenho e autografava minha edição de MSP+50.

Foram as revistas em quadrinhos da Turma da Mônica que me despertaram o interesse pela leitura, antes mesmo que isso fosse ensinado na escola. Minha mãe sempre me incentivou a ler e comprava revistas pra mim. No entanto, ela não me deixava ler as histórias do Cebolinha e do Chico Bento, pois eles falavam errado: o Cebolinha trocando as letras e o Chico com sotaque caipira.
Maurício gostou muito da história, chamou outras pessoas de sua equipe e contou o que eu havia acabado de dizer. Me perguntou se minha mãe ainda era viva, seu…