boo-box

17 janeiro 2007

Diário de bordo - Um dia na capital paulista

Quase dez horas de ônibus, e finalmente chego à São Paulo. Vou fazendo minha programação de turista do dia.
1 - Rua Santa Efigênia: paraíso dos eletrônicos, legais, ilegais e algo mais. Compro umas encomendas para amigos e saio com mais um joguinho pra me divertir no Nintendo DS;
2 - Rua 25 de Março - lotada, lotada, uma loucura. Só pra passear mesmo e ver a multidão, e no fim de tudo me sentir apenas um indivíduo entre os milhões que circulam por São Paulo diariamente;
3 - Galeria Pajé - que lugar quente, até ficam jogando água na gente(!). Não conhecia o lugar, e a visita serviu pra descobrir que lá é o melhor lugar para se comprar calculadoras HP e videogames;
4 - Mercado Municipal - o mercado é muito legal, e as pessoas vão lá pra comer pastel de bacalhau e sanduíche de mortadela. Eu não gosto de bacalhau, e o sanduíche vem um absurdo de mortadela que eu nunca conseguiria comer até o fim. Optei por um pastel de carne com um eventual cheiro de bacon;
5 - Depois de voltar pra casa, almoçar e descansar, finalmente fui assitir ao Eragon. Eu sei que em BH tem cinema, mas eu só volto pra lá no fim de fevereiro, e o filme não tem a menor previsão de passar em Araxá. Resolvi assití-lo por aqui mesmo, e valeu a pena. A vontade foi sair do cinema e comprar o segundo livro da série, mas eu resisti, já que vou pegar esse livro emprestado daqui a alguns dias e eu consigo esperar!
6 - Fim da programção turística do dia. Hora de escrever o diário de bordo e anotar os gastos. São Paulo é uma cidade cara...

Nenhum comentário:

Postar um comentário