Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2008

Campanha de popularização do Ganso

O Araxá Esporte Clube é o atual líder do módulo II do campeonato mineiro. Ainda faltam 13 das 22 rodadas, e o Ganso precisa do apoio dos torcedores para ano que vem poder afogar o galo e a raposa no Mineirão.

Uma das iniciativas da torcida Jovem Ganso é aumentar o número de membros da comunidade do ganso no Orkut. No papel de torcedor, faço o pedido aos leitores que visitem a comunidade. É só clicar AQUI.

(no momento, a comunidade conta com 1431 membros).

Rambo IV

Não vi Rambo IV. Nem pretendo. Vi Rambo I, II e III. Não me lembro.

Mas eu me lembro muito bem de um dia em que eu estava brincando de Rambo, imaginando que a sala era uma selva e pulando de um sofá para outro. Até que uma almofada selvagem agarrou meu pé e me derrubou.

E o Rambo tombou. A faca que que estava em minhas mãos perfurou minha face, bem ao lado do meu olho direito. Por milímetros não fico cego.

Era uma faca de bambu, sem ponta, que meu pai tinha feito pra mim e gravado "Rambo" no cabo. Nunca mais brinquei com ela. E até hoje levo a cicatriz em meu rosto.

Meu primeiro videogame

1990. Sonhava em ter um videogame. Só jogava o Atari ou o Phantom System na casa de uns amigos. Então convenci minha mãe a gastar algumas economias da minha poupança no meu primeiro videogame.

E assim, recebi a caixa com o meu Turbo Game. Era um videogame fabricado pela CCE, que aceitava os cartuchos do Nintendo japonês e do americano. O pimpolho Gregório, de 6 anos, sem medo de tomar choque, leu todo o manual de instruções e montou o videogame sozinho. (Nessa época eu fiquei super orgulhoso de mim, hehehe).

Mas a alegria durou pouco. Com menos de 2 meses de uso, o aparelho pifou. Tava na garantia, mas a loja não tinha nenhum videogame pra substituir. Em troca, me deram o Dynavision 3, que era melhor, e compatível com os mesmos sistemas. Mas esse já era meu segundo videogame....

Alanis e as mulheres

Eu acho que todas as mulheres do mundo gostam de ouvir a Alanis Morissette. Ou então não consigo me lembrar de alguma que não goste.

Isso é uma grande vantagem para os homens que, quando devem dar algum presente para uma mulher que conhecem pouco ou escolher uma música pra ouvir acompanhados pela primeira vez, não precisam ter medo de errar.

Ah, e eu nunca tirei vantagem desse conhecimento sobre as mulheres....

Inércia

Dos programas educativos que assisti quando era um pimpolho, O Mundo de Beakman era um dos meus preferidos.

Me lembro exatamente das frases que me fizeram aprender o conceito de inércia: "O que está em movimento tende a continuar em movimento. O que está parado, tende a continuar parado". E até hoje me lembro do cientista de cabelo bagunçado quando penso na inércia.

As crianças de hoje precisam de mais programas assim...

Coca com gelo e limão

Uma das coisas mais irritantes do mundo é pedir uma coca-cola em um restaurante e eles trazerem um copo com gelo e limão. Eu não sei quem teve a péssima idéia de fazer essa mistura. Eu sei que coca-cola é muito bom, e o limão estraga. E o gelo só mostra a incapacidade do restaurante de manter a bebida suficientemente gelada.

O meu sonho é chegar um dia a um bar e pedir: "Quero uma coca-cola" e eles me entregarem o refrigente sem me perguntar "Com gelo e limão?" ou então "Light, Zero ou comum?".

Foto por bachian

Biotônico Fontoura

Dos meus traumas de infância, o pior de todos é o Biotônico Fontoura.

Na minha casa, sempre havia uma garrafa que ficava sobre a geladeira e toda vez que eu ia pra cozinha ela ficava me fazendo careta. Mas o mal estar maior era na hora de tomar o líquido preto fedorento, nunca por minha vontade.

Acho que era a única coisa que realmente me assustava (mais que o Alf, o Eteimoso).

Líquido preto só Coca-cola!