boo-box

26 março 2009

The Spirit

will-eisner-s-spirit Já aviso que nunca li os quadrinhos do Spirit, nem nada escrito pelo Will Eisner, criador da personagem - e como fã de quadrinhos eu tenho consciência de que deveria ter vergonha de dizer isso. Por outro lado, sou bem familiarizado com o trabalho de Frank Miller, diretor do filme que está nos cinemas.

E eu gostei do filme que, diga-se de passagem, está recebendo críticas bastante negativas.

É uma história despretenciosa e descontraída. À primeira vista, não é um filme para ser levado a sério. No entanto, isso parece não combinar com o visual e o clima sombrio do longa-metragem - que remete a Sin City. Não é mera coincidência: Frank Miller é o criador da série sobre a cidade do pecado, e co-diretor do filme homônimo.

Os pontos altos estão nas grandes tiradas nonsense que permeiam o longa, e no alto número de beldades, que roubam a cena simplesmente pelo fato de serem muito bonitas.

É uma boa pedida para quem gosta de super-heróis e procura duas horas de diversão no cinema.

P.S.: desafio vocês a descobrirem qual é o calçado que o Spirit usa. Eu descobri na primeira vez que a sola apareceu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário