boo-box

26 maio 2009

Wander Wildner

DSC00323

Show do Wander Wildner é sempre divertidíssimo. Maior representante mundial do punk brega, tem carisma inversamente proporcional à sua beleza e consegue fazer de cada música um espetáculo único: “É muito chato tocar as músicas sempre do mesmo jeito” – disse em determinado momento do show que fez no CCSP no último dia 24.

Abrindo com a autobiográfica Mantra dos Possibilidades (“Minha vontade é ser bonito, mas eu não consigo”) ganhou o público de cara. Arrancou risadas com a Milonga Para Um Homem de Poucos Dentes, onde diz que não vai gastar o dinheiro no dentista pra te agradar.

Wander Wildner é um cantor que consegue cantar músicas de punk rock de uma maneira brega, e músicas bregas como se fossem rock. E funciona muito bem. Conversa bastante durante o show, improvisa, é espontâneo. E autêntico.

Não tem nada mais legal que cantar, a plenos pulmões, a canção brega Eu Não Consigo Ser Alegre O Tempo Inteiro.

Ainda houve espaço para Amigo Punk, cover da Graforréia Xilarmônica. E no final sair no ritmo que a vida me levar

Nenhum comentário:

Postar um comentário