boo-box

16 junho 2009

Corpo Fechado

shyamalan03

Corpo Fechado é um filme muito injustiçado. Foi o primeiro longa metragem do diretor M. Night Shyamalan após o bem-sucedido O Sexto Sentido, o que criou expectativas de um novo suspense com “pessoas mortas”. Isso ainda foi amplificado pela errônea campanha de marketing, que trazia a frase “Você acredita no poder superior?” concomitante a referências ao filme citado. Sem contar a péssima tradução do título: Inquebrável virou Corpo Fechado.

Ele nada mais é que um grande filme de super-herói.

Me lembro que não sabia sobre o que se tratava a história quando fui ao cinema. Para minha surpresa, um texto sobre colecionadores de quadrinhos abriu o filme, e tive uma grata surpresa.

Com uma narrativa intrigante e cheia de surpresas, a história caminha para um final surpreendente.

Revi o filme nesse final de semana. Paguei R$12,90 no DVD nas lojas Americanas e agora posso assistir esse clássico (pra mim) quantas vezes quiser!

3 comentários:

  1. Eu gostei bastante desse filme também! E se você for ver, o negócio do Shyamalan não é fazer filmes com mortos, sobrenatural, etc, mas filmes que sejam surpreendentes, que revelem algo que o público em geral não esperava. Pelo menos nesses primeiros filmes ele obteve sucesso.

    Ah, um ponto importante! "Corpo fechado" é uma expressão que já caiu muito em desuso no Brasil, mas cujo significado é exatamente esse: "Inquebrável", ou alguém com excelente saúde, que nunca fica doente, etc. Por isso a tradução do filme foi bem coerente, achei até mais atraente do que se tivessem traduzido ao pé da letra.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pela informação, Drewa! Não sabia que a expressão existia. Dessa forma, concordo que o título é adequado ao filme, e possivelmente mais atraente.

    Ainda assim, é diferente do que o diretor tinha imaginado ao batizar sua criação, e continuo preferindo o "Inquebrável".

    ResponderExcluir
  3. Obviamente você não assistiu Renascer. (sim, a novela)

    Quanto ao filme, é um dos meus prediletos. É a melhor representação de um herói em moldes reais que já vi.

    ResponderExcluir