boo-box

18 outubro 2009

Pixu

Pixu

Tive a oportunidade de adquirir uma edição de Pixu autografada por Fábio Moon, Gabriel Bá, Becky Cloonan e Vasilis Lolos no seu lançamento no último FIQ, em BH. Depois assisti a uma mesa redonda sobre o mercado indepentente de quadrinhos com os 4 mais o Rafael Grampá (equipe vencedora do prêmio Eisner pela revista 5).

Eu achava que Pixu era uma oxítona, mas todos os autores pronunciam “Píxu” então não vou discordar.

Pixu é uma história de terror escrita e desenhada por esse quarteto fantástico. Toda em preto e branco, o destaque são os desenhos. Extremamente detalhados, sombrios e perturbadores, retratam um ambiente e criam uma tensão no leitor.

O roteiro é intrigante e cria expectativas, e embora seja dividido em muitos capítulos, a vontade que dá é ler tudo numa sentada só. Foi o que fiz, aliás. Mas em alguns pontos é confuso, e a história termina com algumas pontas soltas.

O acabamento gráfico ficou excelente, e o preço é muito em conta para o mercado brasileiro.

Boa leitura para quem quer sair um pouco da mesmice e ler um gênero incomum nos quadrinhos de hoje, mas que foi extremamente bem executado nessa edição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário