boo-box

11 julho 2010

Príncipe da Pérsia – As areias do tempo

jake-gyllenhaal-prince-of-persia-movie-poster_a Adaptações de videogames para o cinema são sempre cercadas de expectativa e sucedidas por uma grande decepção. Engraçado é que, mesmo com resultados tão ruins, cada vez que um novo filme é anunciado os gamemaníacos passam a acompanhar a produção e realmente acreditam que pode sair ujma coisa boa.

Pelo histórico, a adaptação do jogo Prince of Persia tinha tudo pra se tornar uma bomba. Mas eu obviamente tinha que assitir pra pelo menos ter o direito de falar mal.

Embora o jogo tenha uma versão recente em 3D, o seu grande sucesso foi no começo da era dos computadores pessoais. Passei boas horas no meu 486 até concluir a difícil saga do príncipe da Pérsia (e só consegui usando códigos secretos).

O filme é repleto de referências ao jogos. A características movimentações da personagem principal, os puzzles, as cenas com a tela em scroll lateral, está tudo lá. E a história convence.

O filme nada mais é que uma grande história de aventura e agrada mesmo quem não conhece o jogo. Seria o Príncipe da Pérsia a melhor adaptação de um videogame para o cinema feita até o momento? Eu acho que sim.

2 comentários:

  1. Seria o Príncipe da Pérsia a melhor adaptação de um videogame para o cinema feita até o momento? Se o filme não fosse péssimo - tive a infelicidade de assistí-lo - eu diria que sim, mas ainda fico com o menos pior Tomb Raider.

    ResponderExcluir
  2. eu ainda não vi o filme. e confesso que nunca joguei o jogo. mas eu gosto muito de filmes assim: blockbuster, cheio de efeitos, uma história atraente, ou seja, filmes megalomaniacos!
    acho que vou ve-lo essa semana, e fugir de eclipse!!!

    abraços
    marco

    ResponderExcluir