boo-box

24 outubro 2010

Resident Evil 4

residentevil_4_poster-afterlife

Adaptações de videogames para o cinema tem tudo pra dar errado, e normalmente é isso que acontece. Resident Evil é uma exceção. Depois de uma trilogia de relativo sucesso, chegou a hora da série entrar na tecnologia 3D.

A tecnologia, é o principal atrativo do filme. Pela primeira vez desde Avatar, foi lançado um filme que vale a pena pagar mais para ver em 3D.

O enredo é meio chinfrim, mas não importa. O filme serve mais como uma tarde de entretenimento cheia de ação e zumbis. Muitos zumbis.

A história foge da trama do jogo, mas isso não é novidade na franquia. Talvez seja esse um dos motivos do sucesso.

Restam poucos cinemas passando o longa-metragem. Se não assistiu, corra. Resident Evil é um espetáculo visual em 3D e fora dos cinemas não terá o mesmo impacto. E se você perder talvez nunca mais tenha a oportunidade de vê-lo…

2 comentários:

  1. Concordo. Já havia comentado isso inclusive com amigos meus. Um dos filmes que mais bem utiliza o recurso 3D.. É fantástica a tomada do avião pousando no topo do prédio.. Tive a (sorte..) de ver esse filme nas primeiras poltronas do cinema! Eu estava achando ruim a falta de lugares, contudo no fim gostei mais do que ver lá de trás!

    ResponderExcluir
  2. Júlia8:56 PM

    É... eu assisti por falta de opção... mas valeu a pena pela propaganda do inicio, ver o Kaká em 3D chutando uma bola na minha cara!

    ResponderExcluir