boo-box

24 março 2011

A tia e o telefone

Apesar do pique para festas e até shows de rock, minha tia já tem idade pra pegar fila preferencial e andar de ônibus de graça.

Dia desses, liguei pra ela e conversei durante um bom tempo. Na hora de nos despedimos, ela demonstrava preocupação, e acabou se abrindo comigo:

“Gregório, desde que você me ligou estou procurando meu telefone celular. Já revirei os armários, sofá, todos os cantos da casa e não encontrei.”

Não me contive: “Deve ser porque ele está no seu ouvido…”

Ela ficou meio sem graça, mas riu no final. Eu ri mais.

5 comentários:

  1. Anônimo8:48 PM

    AINDA BEM QUE ELA TEM UM SOBRINHO TÃO PRESTIMOSO QUE A AJUDA RESOLVER ESSES PROBLEMINHAS.EU JÁ NÃO TENHO ESTA SORTE E POR VEZES PERCO OU ESQUEÇO COISAS........... UM DIA EU ACHO

    ResponderExcluir
  2. Anônimo9:39 PM

    LIGA NÃO, ESTAMOS TODOS ESQUECIDOS;
    OS JOVENS TAMBÉM JÁ NÃO ESTÃO VIVENDO COM NÓS VIVEMOS, NUMA ÉPOCA BEM MAIS TRANQUILA E FELIZ.
    A VIDA HOJE É UMA CORRERIA; ELES VÃO ESTAR BEM
    MAIS ESTRESSADOS E ESQUECIDOS......

    ResponderExcluir
  3. tadinha...
    desculpe, mas eu tb ri! hahahaha

    ResponderExcluir
  4. Beatriz11:01 PM

    Essa sua tia que me desculpe, mas ela não é meio gagá?

    ResponderExcluir
  5. Bom demais! Eu que sou "bem mais nova" tb tô caducando. kkkk

    ResponderExcluir