boo-box

05 maio 2011

A volta do vinil e a morte do CD

(e é tudo culpa do MP3)

Enquanto as vendas de CDs caem a cada dia, o disco de vinil voltou a figurar nas prateleiras das lojas e nas coleções dos apreciadores de música. E minha coleção de vinil, que inclui discos comprados em sebos a preço de banana e lançamentos recentes que sequer chegaram a sair em CD,  cresce a cada dia.

Discos de vinil

Dizer que o som análogico é melhor pra mim é balela. Que é pior, também. São diferentes, e o som depende muito do equipamento que você está utilizando pra reproduzir. E eu não acredito que eu tenha um ouvido sensível a ponto de escolher a mídia assim.

Falar que é saudosismo seria mentira. O único LP que eu tive nos primeiros 25 anos da minha vida foi do Bozo. E em casa eu ouvia algumas histórias da coleção “Disquinho” também. Saudosismo pra mim seria voltar a comprar fitas K7 – essas eu tive aos montes.

Pra mim as grandes vantagens do CD quando esse tipo de mídia surgiu eram a facilidade de se escolher a música a ser ouvida (apertando apenas um botão!) e a portabilidade, que permitia carregar uma quantidade grande de músicas num item relativamente pequeno. Com a popularização do MP3, isso deixou de ser vantagem. Hoje há aparelhos sonoros com entradas USB, SD e que sequer tocam CDs.

E é aí que entra o vinil novamente. Para alguém que valoriza uma coleção de discos, que gosta de ter o material fisicamente, o LP é muito mais atrativo. É maior, mais bonito, e exige um pouco mais de cuidado para a sua reprodução – e consequentemente você acaba dando um valor maior ao disco. Como item de coleção o vinil é muito melhor. Pra quem não liga pra coleções, o MP3 é mais do que o suficiente. Some a isso o fato de que boa parte dos lançamentos recentes em vinil contém um código para download em MP3, e a morte do CD passa a ser eminente.

Não creio que o vinil volte a ter a popularidade de duas décadas atrás. O MP3 já revolucionou o mercado municipal e parece não ter adversários à altura. Mas eu ainda prefiro uma coleção de discos bonita a um HD cheio de arquivos musicais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário