boo-box

30 novembro 2011

Foo Fighters nos dois dias do Lollapalooza

Ano que vem acontece a primeira edição do festival Lollapalooza no Brasil, após 20 anos nos Estados Unidos e 1 no Chile. A principal atração do evento é o Foo Fighters, banda de rock mais importante do mundo em 2011, na minha humilde opinião.

P1010082

Começou a rolar um burburinho no Facebook e no Twitter falando que a banda poderia tocar nos dois dias do festival (que acontece em 7 e 8 de abril de 2012). Nada confirmado pela organização do evento até o momento. Na segunda-feira, dia 5, a programação oficial será divulgada e os ingressos passarão a ser vendidos. Até lá, temos só um listão com todas as atrações do evento, sem divisão por dias e horários.

A julgar pela procura por ingressos na pré-venda, tudo indica que o festival terá suas entradas esgotadas rapidamente. Dessa forma, não há necessidade de se colocar uma banda como chamariz nos dois dias do festival – já que independentemente dos Foo Fighters tocarem, todos os ingressos serão vendidos mesmo.

Foo Fighters - Wasting Light

No entanto, se eu fosse o curador do evento, escalaria a banda para, sim, tocar em ambos os dias do evento. Mas de uma maneira diferente.

O Foo Fighters seria a última banda a tocar, no último dia do evento, com um prometido show de duas horas e meia. Isso é mais do que esperado e tem tudo pra ser um dos shows do ano no Brasil – mesmo sem saber quem mais vai tocar por aqui ano que vem.

Mas antes disso, acho que seria muito legal se a banda fosse a primeira a tocar no primeiro dia. Só que tem que ser um show surpresa, anunciado só 5 minutos antes do início. Imagine só: Foo Fighters tocando às 11 da manhã, num palco pequeno (ou um reprodução de uma garagem, por que não?), pra umas 150 pessoas que saíram de casa mais cedo e de repente se depararam com a banda tocando pra um público bem pequeno. Seria fantástico pra quem estivesse presente, não? Quem não chegasse a tempo (os outros 70 mil pagantes) poderiam ficar um pouco chateados, mas até isso contribuiria para o show se tornasse lendário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário