Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

Aniversário

(inspirado numa história real)Já estavam juntos há muito tempo e o casamento aos poucos acabou com o romantismo. Faltava uma semana para o aniversário dela e ele tentava reacender a paixão.- Meu amor, poderíamos comemorar seu aniversário naquele motel que a gente ia quando éramos namorados.Na véspera do aniversário, a família estava reunida. O casal, a filha, irmãos, pais, cachorro e quem mais pudesse ter alguma relação de parentesco. Até que a garotinha de 3 anos resolve falar para todos algo que ela tinha ouvido em casa:- Papai, amanhã a gente vai comemorar o aniversário da mamãe no motel, né?

A tia e o telefone

Apesar do pique para festas e até shows de rock, minha tia já tem idade pra pegar fila preferencial e andar de ônibus de graça.Dia desses, liguei pra ela e conversei durante um bom tempo. Na hora de nos despedimos, ela demonstrava preocupação, e acabou se abrindo comigo:“Gregório, desde que você me ligou estou procurando meu telefone celular. Já revirei os armários, sofá, todos os cantos da casa e não encontrei.”Não me contive: “Deve ser porque ele está no seu ouvido…”Ela ficou meio sem graça, mas riu no final. Eu ri mais.

Aline, dos quadrinhos para a TV

(e para a lista de séries canceladas)Eu tinha uns doze anos, e diariamente recortava minhas tiras preferidas das páginas da Folha e do Estado de São Paulo pra colar em um dos meus cadernos de tiras. Uma de minhas favoritas tinha o título “Big Bang Bang”. Escrita e desenhada por Adão Iturrusgarai, trazia as aventuras de Aline e seus dois namorados. Ousadas, surreais, exageradas, as tiras me divertiam à beça. Cheguei a comprar três livros de coletâneas, que foram lidos e relidos diversas vezes.Quando as tiras foram adaptadas para a TV, em 2009, achei o máximo. A versão da Rede Globo era uma versão extremamente diferente dos quadrinhos, bem mais leve, com menos sexo, menos drogas e menos qualquer outra coisa que pudesse chocar a conservadora sociedade brasileira – exceto o fato dela ter dois namorados. Ainda assim, muito divertida.Em 2011, uma segunda temporada começou a ser transmitida, mas depois do quarto episódio, o seriado foi cancelado. De acordo com o que foi divulgado pela Rede G…

Super-heróis, videogame e os hits do carnaval

Todo carnaval é assim: uma música é escollhida como hit e é tocada à exaustão em todos os lugares que concentrem foliões. Isso não quer dizer que essa música seja boa, muito pelo contrário: usualmente ninguém lembra mais dela depois que passa o carnaval, e se lembra não gosta mais. Interessante notar que a temática dessas músicas está mudando, mostrando uma influência cada vez maior dos nerds na sociedade. O atual hit do carnaval e candidato ao ostracismo em 2012 é o super sucesso Liga da Justiça, da banda Levanóiz. A letra é conceitualmente falha, e cita os inimigos do Batman atacando Superman e Mulher-Maravilha. Trata os heróis como um casal, e como se não houvesse mais ninguém na Liga.No entanto, por mais que a letra fosse fiel aos conceitos das personagens, dificilmente os nerds iriam aprovar – e eles nunca foram o público-alvo da canção. O que importa são os axezeiros felizes, e nesse ponto a música cumpriu sua missão – até porquê a letra é o que menos importa – se o tema fosse b…