boo-box

22 abril 2016

"Depois eu volto!" - e nunca mais apareceu


Uma das mentiras brancas (aquelas aparentemente inofensivas) que mais vemos por aí é aquela clássica "Depois eu volto!", dita para vendedores de uma loja que a pessoa nunca mais vai voltar.

Particularmente, não gosto de mentir para os vendedores. Prefiro simplesmente me despedir e não prometer um retorno. Não preciso prolongar o papo, afinal, não devo satisfação a eles.

E naturalmente, ninguém ganha nada com isso. Quem disse a frase sai com a falsa sensação de que não magoou o vendedor. Já o vendedor, fica com a falsa sensação de que tem uma venda em potencial a ser concretizada.

Já sofri com isso e foi muito frustrante. Eu era uma criança de não sei quantos anos, as crianças da família montaram uma banquinha na garagem da casa de meus avós para vender abacates cultivados no quintal de casa. Passamos boa parte do dia tentando concretizar alguma venda, até que uma pessoa disse "Daqui a pouco eu volto e compro!" 

Não vendemos nada durante todo o período, mas hesitávamos em fechar a nossa banquinha aguardando o cliente - que nunca voltou. Inocência de criança.

Será que aquele vendedor da loja em que você passou hoje mais cedo ainda está te esperando? Ou será que ele não acredita mais nas pessoas?

P.S.: Eu sei que ninguém perde a fé na humanidade por causa de uma mentira branca! Eu só quis terminar com uma frase de efeito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário